Solidão

A árvore solitária está no meio de um campo, onde outrora convivia dentro da floresta.

Uma lei federal protege árvores como a castanheira, concedendo imunidade a sua supressão e corte. Esta paisagem estranha pode ser observada em toda Amazônia onde o desmatamento deixa um rastro de destruição para extração da madeira seguida de ocupação por grande propriedades de atividades agropecuárias.

Esse processo de desmatamento foi acelerado nos anos 70, durante o período da ditadura militar, quando foi inaugurada a Rodovia Transamazônica. Nas palavras do próprio presidente-ditador, tratava-se de entregar “uma terra sem homens para homens sem terra”.  Uma das motivações propaladas para desenvolver o projeto, era levar a população nordestina, assolada com a seca, para a Amazônia.

O sucesso esperado da colonização oficial fracassou devido  a vários  fatores: falta de infraestrutura, comercialização intensiva de terras, atuação de especuladores e grileiros, desinteresse dos nordestinos, fatores naturais e outros que implicaram a desistência deste grande e audacioso projeto. Além disso, foram intensificados diversos tipos de conflitos entre o estado, latifundiários, povos indígenas, garimpeiros, ambientalistas, etc.

Trabalho realizados no Estado do Pará nos municípios de Santarém, Belterra, Rurópolis e Aveiro.

Imagens de satélite: Google Earth

©2020 Maxar Technologies

Landsat / Copernicus

CNES / Airbus

© 2020 José Diniz

  • Facebook
  • Instagram